Ir direto para menu de acessibilidade.
Brasil – Governo Federal | Acesso à informação
Página inicial > Notícias > CTEAD e DGP firmam parceria e iniciam curso de capacitação de servidores
Início do conteúdo da página

CTEAD e DGP firmam parceria e iniciam curso de capacitação de servidores

Criado: Quarta, 02 de Maio de 2018, 11h35 | Publicado: Quarta, 02 de Maio de 2018, 11h35 | Última atualização em Quarta, 02 de Maio de 2018, 11h35 | Acessos: 96

O que esta quarta-feira, dia 2 de maio, tem de especial para os servidores do Instituto Federal do Pará? É nessa data em que se inicia o primeiro curso fruto da parceria entre o Centro de Tecnologias em Educação a Distância – CTEAD e a Diretoria de Gestão de Pessoas – DGP. Assim, o curso de Formação de Facilitadores será ministrado na modalidade a distância, totalmente on-line e com tutoria, e faz parte do Projeto de Criação do Banco de Talentos do IFPA, previsto no Plano Plurianual de Capacitação 2018-2019 da instituição.

O primeiro passo, finalizado em abril, foi o credenciamento e a seleção de possíveis instrutores que se identificavam e tinham formação para atender às demandas de cursos observadas pela Coordenação de Desenvolvimento e Avaliação – CDA da DGP entre os servidores ativos da instituição. Segundo Gabriel Santos, o assistente em administração do setor, o credenciamento tem “a finalidade de valorizar os servidores federais utilizando seus conhecimentos adquiridos na vida acadêmica e profissional para capacitar outros servidores nas áreas levantadas pelo Plano”.

Para André Miranda, diretor executivo do IFPA, a ação “é um grande incentivo para os nossos servidores. Como instituição de ensino, nós temos sempre que buscar levar o conhecimento ao maior número de pessoas possível. Esse compartilhamento do ensino é muito importante entre nossos próprios servidores e também entre as instituições parceiras. A nossa gestão sempre procurou incentivar e qualificar os nossos servidores e essa é mais uma ação em prol disso”.

Dessa forma, o curso vem como passo seguinte. São 27 inscritos que, em três dias, serão preparados para repassarem seus conhecimentos aos colegas. Os cursos demandados, definidos pelo Plano são: Inglês Instrumental; Elaboração de Projeto de Pesquisa; Excel – Intermediário; Excel – Avançado; Libras; Conhecimento Sistêmico: o servidor na rede (EaD); A Carreira do Servidor (EaD); Atualização Ortográfica, Interpretação de Texto e Produção de Textos Científicos; Redação Oficial; Excelência no Atendimento ao Público; e Relações Interpessoais.

Parceria com o CTEAD

A fim de viabilizar um maior alcance das demandas, a CDA buscou a parceria com o CTEAD. Neste primeiro curso oriundo do acordo de cooperação técnica entre as unidades, o Centro já viabilizou o espaço de hospedagem do curso no ambiente virtual de aprendizagem da instituição. O conteúdo foi todo planejado e produzido pelo professor ministrante, Victor Daniel de Oliveira e Silva, administrador do quadro de pessoal da Universidade Federal Rural da Amazônia – UFRA, com a qual o IFPA trabalha desde o ano passado na capacitação mútua de seus quadros de servidores.

No Plano Plurianual de capacitação, contudo, já estão previstos para o segundo semestre outros dois cursos a distância, cuja participação do CTEAD deve ser mais próxima, envolvendo-se desde a pré-produção dos conteúdos até a oferta. Segundo Deize Freire, coordenadora da CDA/DGP, mesmo com o Plano já em execução, novas demandas ainda podem ser fechadas e incluídas para execução. Dentro desse contexto, novos cursos, inclusive EaD, podem ser inseridos nas ações ainda deste ano ou de 2019.

Um exemplo seria o curso de Fiscalização e Gestão de Contratos, pelo qual já se percebeu o interesse dos servidores e está-se verificando a possibilidade de realizá-lo na modalidade a distância. Também por isso, a chamada para outra turma de Formação de Facilitadores também está prevista para breve, entre o final de 2018 e início do próximo ano.

“Nós somos dezoito unidades, então a nossa instituição tem uma capilaridade muito grande e é difícil alcançar todos os nossos servidores. A educação a distância é uma forma de atingirmos todo esse público. Além da possibilidade também do gerenciamento do tempo, onde você não tem um horário fixo para você se capacitar”, frisa o diretor executivo André Miranda.

Deize lembra ainda que o IFPA faz parte atualmente do Comitê de Trabalho das Escolas de Governo do Estado do Pará – Cotegep, criado em fevereiro deste ano. Por isso, quem tem interesse deve ficar atento ao próximo edital do curso de formação. Pois “o importante desse credenciamento do servidor-instrutor é que há chance de outras instituições, que fazem parte do Cotegep e que não tenham o banco de talentos, entrarem em contato conosco e solicitar instrutores para determinados cursos e, assim, podemos enviar nossos servidores para ministrar essas aulas”, conclui a coordenadora.

Além disso, “isso também vai ajudar a instituição porque, fazendo parte desse banco de talentos, também teremos a contrapartida, que é, de forma mais fácil, trazer servidores de outras instituições para dentro do IFPA e cada vez mais proporcionar capacitações para os nossos servidores”, avalia André.

registrado em:
Fim do conteúdo da página
-->